As nossas certificações

Transmitância

Transmitância térmica define as características de isolamento de um elemento. No caso da escada retrátil para uso interno e acesso a telhados, esse valor descreve a capacidade da alçapão de diminuir / bloquear o fluxo quente-frio entre duas salas de comunicação.

Fantozzi scale  é capaz de calcular o VALOR EXATO da transmitância térmica “U” para cada escada individual, independentemente do tamanho e altura do buraco. Declarar o valor de transmitância NÃO significa simplesmente indicar o valor do material isolante como frequentemente acontece, mas significa TESTAR a escala e a porta de acesso em sua totalidade, definindo como eles reagem juntos em direção à condutividade de calor.

Fantozzi scale possui a CERTIFICAÇÃO de cálculo de transmitância através do método dos elementos finitos, de acordo com as normas UNI EN ISO 6946: 2008 e UNI EN ISO 10211: 2008. Graças a um material isolante de desempenho técnico muito alto e um valor de resistência “U” de 0,034 W / (M? K), as escadas Fantozzi, hoje, alcançam níveis consideráveis ​​de isolamento.

Descubra o verdadeiro valor de transmissão de suo buraco para acesso a terraços, telhados e sótãos.

Escreva para info@fantozziscale.com para obter todas as informações que você precisa.

Para criar um produto que atenda perfeitamente aos requisitos do supervisor de construção ou do projetista termodinâmico, a Fantozzi Scale recomenda que sejam enviados desenhos e especificações técnicas que serão avaliados pelo escritório de produção.

Descubra o verdadeiro valor de transmissão da sua escala.

Formaldeído

O formaldeído é um dos poluentes interiores mais difundidos. A ingestão ou exposição a grandes quantidades é altamente prejudicial.

 

Escala Fantozzi, no respeito e proteção da pessoa, utiliza painéis de madeira com baixa emissão de formaldeído, em conformidade com a norma europeia EN 13986: 2004, posteriormente implementada na Itália como UNI EN 13986: 2005.

Estes são painéis de classe E1.

Portate di Carico

PROVA DI CARICO STATICO SU SCALA RETRATTILE SECONDO NORMA UNI EN 14975:2006
Precarico Kg. 100 Carico medio Kg. 160 Carico max applicato Kg. 260
(specifica UNI EN 14975:2006)
Tempo dell’applicazione (2) t=60 secondi t=60 secondi t=60 secondi
Controllo dimensionale Conforme
(Tab. 2 UNI EN 14975:2006)
Conforme
(Tab. 2 UNI EN 14975:2006)
Conforme
(Tab. 2 UNI EN 14975:2006)
Stato delle saldature (1) Nessuna alterazione rilevabile Nessuna alterazione rilevabile Nessuna alterazione rilevabile
Stato molle Nessuna deformazione rilevata Nessuna deformazione rilevata Nessuna deformazione rilevata
Stato staffe Nessuna deformazione rilevata Nessuna deformazione rilevata Nessuna deformazione rilevata
Tiranti Nessuna rottura Nessuna rottura Nessuna rottura
Stato del gradino Nessuna alterazione rilevabile Nessuna alterazione rilevabile Lieve deformazione del gradino. Nessuna rottura o cedimento.
Stato chiusure Nessuna alterazione rilevabile Nessuna alterazione rilevabile Nessuna alterazione rilevabile
Mod. ACI SVEZIA
Mod. ACI ALLUMINIO
Mod. ACI ALLUMINIO MOTORIZZATA
Mod. ACI TRE
Mod. ACI QUATTRO
Resiste Resiste Resiste

(2) = Tempo di applicazione del precarico di kg. 100, t=60 secondi come da UNI EN 14975:2006

(2) = Tempo di applicazione del precarico di kg. 160, t=60 secondi come da UNI EN 14975:2006

(2) = Tempo di applicazione del precarico di kg. 260, t=60 secondi come da UNI EN 14975:2006

(2) = Per le prove di carico si sono utilizzate masse certificate dal peso di kg. 20 cadauna

(2) = Portata max testata sul gradino centrale kg. 260

(1) = Qualifica saldatori: rif. EN 287-1 ed EN 287-2 (processi manuali)

(1) = Qualifica degli operatori di saldatura: rif. EN 1418 (processi automatizzati)

(1) = Saldatori e operatori di saldatura certificati secondo normativa EN

(1) = rif. norme sui processi di saldatura: EN 15614-1 (acciaio) ed EN 15614-2 (alluminio)